Santas

Santas é um nome feminino bastante incomum. Sua origem parece estar no sobrenome Santos.



O título de santo ou santa é dado pela Igreja Católica a uma pessoa considerada, de certa forma, como sagrada. O título foi criado pouco após a morte e ressurreição de Jesus Cristo, derivado do adjetivo latino sanctus, que quer dizer “sagrado”, “santo”. Esse título foi dado aos apóstolos, aos evangelistas e aos primeiros mártires e confessores cristãos.



A partir do século XII, o papado reclamou os direitos exclusivos de nomear alguém como santo. Com o passar do tempo, o processo de nomear alguém como santo passou a ser mais complexo e demorado. O processo não pode ter início antes do aniversário de cinco anos da morte do candidato. Após muita pesquisa, caso fique provado que o candidato levou uma vida virtuosa, ele recebe o título de venerável. Quando o candidato possui ao mesmo um milagre, é nomeado beato. A nomeação de santo/santa só se dá após a confirmação de três milagres.



É costume bastante comum entre católicos dar a seus filhos nomes que pertenceram a santos. Dentre as Santas, são comuns os nomes Bárbara, Beatriz e Cecilia.



Santa Bárbara foi a filha de um oficial romano que viveu durante o século IV. Ao confessar-se como cristã, o próprio pai de Bárbara teria matado a menina, através da decapitação. Sendo assim, ela morreu mártir.



A história conta que Beatriz nasceu no norte africano, no século XV.  Enciumada com a beleza de Beatriz, a rainha de Portugal trancou a jovem por dias em um caixão. Pela proteção de Maria, a jovem sobreviveu. Após isso, Beatriz dedicou-se à vida religiosa. Beatriz faleceu em 1460, aos 66 anos e foi declarada santa em 1976, pelo papa Paulo VI.



Santa Cecília é considerada a padroeira dos músicos. Não se sabe muito sobre sua vida, apenas que viveu no século II e que, quando estava morrendo, cantou para Deus.





Outros Nomes: Yancy | Jhulia | Jandaia | Barbosa | Giuliana | Haroldo | Abraão | Rayane | Lacirandy | Ana Clara |