Elefante

Significado do símbolo Elefante

Elefante é um animal encontrado somente na África e na Ásia, mais comumente na região da Índia. E, por isso, foram nesses
lugares que o animal foi associado à alguma simbologia. E curiosamente em ambos
os continentes ele está de alguma forma associado ao poder soberano.



Se na cultura ocidental o elefante remete a lentidão, peso, à um ser desajeitado, na Ásia ele é um
animal sagrado, enquanto que na África representa força e vigor.



Contudo, na Idade Média o elefante apareceu também como símbolo no
ocidente. A fêmea do elefante tem uma gestação que dura dois anos e durante
esse período o macho se mantém junto a fêmea, se abstendo totalmente do sexo. E
a partir disso o animal foi usado como símbolo de castidade no período, uma valor muito importante então.



O Elefante na Ásia



Na índia o elefante está ligado a aristocracia, sendo considerado
tradicionalmente como a montaria dos nobres, sobre tudo dos reis. E assim, em
um passado distante simbolizavam o poder dos monarcas. Da mesmo forma, o
elefante é considerado a montaria dos deuses que regem os pontos cardeais,
aparecendo na mitologia hindu como
animais voadores que se divertiam entre as nuvens.



Dentro da Ioga o elefante está associado ao primeiro dos sete chakras, o chakra raiz, ligado ao elemento terra, a sobrevivência e ao
sustento, e que tem o nome sânscrito de muladhara.



No dia a dia de tibetanos, indianos e nepaleses o elefante é uma animal
de carga, e nesse sentido ele é associado ao ser que suporta o universo no seu lombo, e comparado com aquilo que a
tradição acredita ser a estrutura do universo, ou seja, quatro colunas que
sustentam uma grande esfera. Uma analogia ao mundo sendo sustentado por quatro
pilares.



O elefante também aparece representado no Budismo, simbolizando a encarnação de Sidarta Gautama, o Buda.  Enquanto que a deidade hindu Krishna e sua
esposa Radha aparecem as vezes representados como elefantes, simbolizando o
aspecto corpóreo do amor dos deuses.



Na Índia o elefante é uma animal muito importante, venerado e cultuado.
E num país com uma cultura tão rica e diversificada, com uma população tão
numerosa, o animal foi associado ao longo da história com diversos
significados.



Na cultura indiana podemos encontrar o elefante associado a sabedoria, prosperidade, benevolência,
memória, longevidade, majestade, companheirismo, postura, solidariedade, persistência, boa sorte, calma, paciência, amizade, poder, sociabilidade, determinação, autoridade,
entre outros.



Ganesha



Ganesha é um deus hindu muito importante, e chama a
atenção por ter cabeça de elefante, fato que também contribui para que o
elefante seja considerado sagrado no país. Ganesha é o deus do conhecimento e
da ciência.



O início e o fim no hinduísmo é representado por Ganesha. A cabeça de
elefante é símbolo do universo, do todo, do macrocosmo. Enquanto que seu corpo de homem, representa a
humanidade, o indivíduo, o microcosmo.



Ganesha, como deus da saberia, é identificado como aquele capaz de
vencer todos os obstáculos, abrindo qualquer caminho. O nome Ganesha significa
senhor de todos os seres.



O Elefante na China



Não existem mais elefantes caminhando sobre a China hoje, contudo, o sul
da china já foi habitado pelos paquidermes. E dessa forma a cultura chinesa
também foi influenciada por sua presença, e os animais foram citados em textos
a partir do século III e em contos populares em que os heróis surgiam montados
sobre elefantes.



Na cultura chinesa, o elefante aparece como símbolo de virtude moral, ao
mesmo tempo que simboliza força, destreza e astúcia, de forma semelhante a felinos
como o tigre, o leão e o leopardo. Dar um passeio de elefante é algo que pode
trazer boa sorte, felicidade e fortuna, especialmente para uma criança de
acordo com a tradição. O elefante ainda é associado ao sentimento de gratidão.



O Elefante na África



Tal como no Hinduísmo associado ao poder dos deuses e dos reis, na
África o elefante também tem uma simbolismo sexual. As trompas do elefante
podem ser relacionadas ao falo masculino, espacialmente quando aparecem em
sonhos, sendo interpretadas como um sinal de algum tipo de conflito sexual.






Além disso, a exemplo do caso da Idade Média citado no início, na África
o elefante também pode aparecer como símbolo de castidade.  









↑ VOLTAR AO TOPO ↑


Receba o nosso conteúdo direto no seu email!

↑ VOLTAR AO TOPO ↑