Âncora

Significado do símbolo Âncora

Âncora é uma palavra que deriva
do grego ágkyra. Trata-se de um
objeto pesado que fica ligado a uma embarcação por uma corrente. Dessa forma
quando a âncora é atirada ao mar ou num rio faz com que a embarcação fique fixa
em sua posição, proporcionando estabilidade e imobilidade a navios e barcos em
geral, sejam quais forem as condições do tempo.




Essas características fazem com que a âncora seja associada a força, tranquilidade, fidelidade,
esperança e firmeza. Simbolizando um ser
estável
, que mantem sua lucidez e serenidade diante das atribulações da
vida, da mente e das emoções.



Por outro lado, a âncora também pode ser um símbolo negativo, pois
também pode ser associada a algo que não vai pra frente, àquilo que prende uma pessoa a certas situações desfavoráveis as
quais não consegue se desvencilhar. Nesse caso a âncora é um símbolo daquilo
que atrasa o processo de evolução do
indivíduo.



A âncora é também um símbolo importante para os marinheiros até porque está intimamente ligada com o seu ofício.
Para os homens do mar ela simboliza uma esperança num momento de tormenta, um
refúgio seguro em meio as atribulações. Foi um símbolo muito usado por
marinheiros em tatuagens e até hoje não é raro ser escolhida como desenho para
ornamentar a pele.



Outra simbologia ligada a âncora é a da matéria e do espirito. Neste
sentido o seu semicírculo com suas duas pontas voltadas para cima representa o
mundo espiritual, e a cruz no seu centro representa o mundo material.






A semelhança entre a âncora e a cruz também fez com que os primeiros
cristãos a adotassem como símbolo. Isso por que eram perseguidos por suas
crenças, e não podiam serem vistos cultuando cruzes. A âncora então era usada
como substituto da cruz, como uma cruz disfarçada que ficou conhecida como cruz da escora.  









↑ VOLTAR AO TOPO ↑


Receba o nosso conteúdo direto no seu email!

↑ VOLTAR AO TOPO ↑