Maria Joaquina

Maria Joaquina é um nome composto de origem hebraica - o que talvez possa fazer dele mais significativo para determinadas religiões, podendo significar “a soberana estabelecida por Jeová” ou “aquela que é pura e é estabelecida por Deus”.



Ainda que se considere o nome “Maria” como de origem não comprovada, o seu caráter hebreu e de importância religiosa não pode ser negado, já que era o nome da escolhida por Deus para ser mãe de seu filho, Jesus, na crença cristã. Alguns acreditam que tenha se originado do nome hebraico Myriam (que significa “a soberana, vidente”) ou ainda do nome Maryáh, que tem o significado de pureza, virgindade e virtude. Ainda há aqueles que remetem o nome Maria a uma origem egípcia, derivado do nome mry, que tem o significado de “amar”.



Este nome sozinho é um dos mais comuns no mundo inteiro, servido com frequência como nome complementar, como é o caso de “Maria Joaquina”.



Já o nome Joaquina também tem origens e derivações hebraicas, sendo a versão feminina do conhecido nome Joaquim - cuja versão original hebraica era Jehoiachim, que significa, literalmente “estabelecido por Jeová (ou Deus)”, o que faz com que a  versão feminina signifique exatamente o mesmo.



O nome em sua versão masculina apareceu algumas vezes na Bíblia, sendo levado para a Inglaterra apenas no século XII, com uma grafia já diferente da versão hebraica original - escrevia-se Joachim. Logo o nome chegou à Península Ibérica, se tornando bastante comum na região, especialmente em Portugal, onde se tornou muito popular, chegando ao Brasil com a colonização já na versão aportuguesada “Joaquim”



Pessoas que tem nomes que começam com a letra M tendem a apresentar algumas características em comum, como a grande e forte ligação com os familiares e uma forte tendência a expressar as suas emoções, sendo também muito enérgica e sempre ocupada.





Origem e Categoria: | | | | |
Outros Nomes: Harpina | Uberaba | Couto | Maysa | Sales | Albuquerque | Anchieta | Quitéria | Zelina | Paulo Sérgio |