Recém-nascidos: dicas para as novas mamães

Veja algumas dicas para cuidar do seu primeiro filho.

shutterstock_167226836

Após o nascimento do primeiro filho, muitas mães  ficam nervosas e inseguras com a experiência de cuidar de um bebê. Grande parte delas fica com medo de não saber fazer tudo corretamente e acabar prejudicando a saúde dos seus filhos. Se você tiver o apoio da sua família, será mais fácil, a sua mãe, por exemplo, poderá ajudar e ensinar boa parte do que é preciso. Mas existem ainda algumas dicas que são essenciais para que este cuidado seja feito corretamente.

Quando você tem o seu primeiro filho, o número de pessoas que aparecem para dar sugestões é grande. Embora a maioria dos conselhos sejam eficientes, é preciso não se apegar totalmente a eles. Não é porque alguém criou o bebê daquele jeito, que você deve fazer o mesmo. Experimente ter as suas próprias experiências, testando o que é melhor para sua criança.

Existem mulheres que ficam na dúvida sobre amamentar ou dar leite preparado para eles. O mais indicado é sempre dar preferência ao leite materno, pois eles possuem muito mais vitaminas e pode oferecer diversos benefícios à saude do seu filho. O leite preparado, também faz bem, mas deve ser usado apenas se o seu médico aconselhar, em casos de complemento na alimentação ou se o seu seio estiver criando muitas feridas.

Cuidar de um recém-nascido pode dar muito trabalho, e dormir acaba sendo uma atividade cada vez mais difícil de ser feita. Para não ficar extremamente cansada, experimente dormir junto com o seu bebê. Aproveite os momentos em que ele dorme, como durante a manhã, por exemplo, para descansar também.

Quando se trata de bebês, nunca se sabe o que pode acontecer, por isso, procure se manter calma e estar preparada, como por exemplo, sempre carregar fraldas a mais na bolsa e roupas de frio no caso do tempo mudar. Uma escolha fundamental nesta fase de aprender a ser mãe, é do pediatra de confiança para o seu filho. Além de ser bom profissional, escolher uma pessoa com paciência também é aconselhável, pois nestes primeiros dias as novidades são muitas para a mamãe iniciante, e qualquer comportamento do bebê que fuja da rotina, acaba resultando num telefonema para o pediatra. Se ele for paciente, este aprendizado do que é um sinal de alerta de uma doença e do que é um comportamento normal será muito menos traumático.